Por que minha Loja Virtual não vende?

Conheça os motivos mais comuns que fazem uma Loja Virtual não vender.

Um e-commerce que não vende é mais comum do que você pode imaginar, segundo um levantamento do SEBRAE, mais de 60% das Lojas Virtuais abertas em nosso país fecham as portas em menos de um ano. Por que isso acontece e como evitar? Os motivos são diversos, como falta de investimento, planejamento incorreto, desinformação, etc. Preparamos uma relação com os motivos mais comuns que podem levar o seu negócio online a não vender, confira!

Por que minha Loja Virtual não vende?

Tráfego de usuários insuficiente.

A maioria dos donos de comércios eletrônicos pensam em vender mais e não pensam em gerar mais tráfego, esquecem que essas questões são diretamente proporcionais. Se levarmos em consideração que uma Loja Virtual no Brasil tem uma taxa de conversão média de 0,5%, serão necessários 200 visitantes únicos para que sua loja online realize uma única venda. Logo não fará nenhum sentido criar uma meta de 10 vendas por dia se seu site tem apenas 100 visitas diárias.

Taxa de Conversão nada mais é que a relação entre pessoas que acessam seu site e as que compram.
200 visitas x 0,5% taxa de conversão média = 1 venda

E agora, como gero mais tráfego para o meu negócio online?

Você já entendeu que o tráfego de usuários para o seu site é importante, mas está se perguntando com fazer isso. Existem algumas maneiras que resolvem isso a curto prazo e outras nem tanto, vou listar algumas aqui:

  • Links patrocinados nos motores de busca e redes sociais são excelentes estratégias para gerar tráfego num curto prazo, mais tome cuidado com as palavras chaves da campanha e não exagere com os anúncios nas redes sociais.
  • Dependendo do seu mercado, um Blog pode ser uma excelente opção, isso geralmente funciona para lojas que trabalham com o mercado da moda ou esporte, por exemplo.
  • Um canal no Youtube, conte histórias, leve dicas e reviews para o seu público, mas não complique, você pode começar fazendo com a câmera do seu celular!
  • Faça parcerias com influenciadores digitais, descubra quem são as pessoas com autoridade no seu mercado e vá atrás delas. Segundo um estudo da Qualibest de 2018, entre aos brasileiros que estão online, 71% seguem algum influenciador e deste universo, 55% afirmam que costumam pesquisar a opinião deles antes de efetivarem uma compra, 86% já descobriram um produto e 73% já adquiriram algo por indicação desses profissionais da internet.
  • Invista em SEO, mesmo sendo uma estratégia de longo prazo, não pode ser desprezada.

Nenhum investimento em Marketing Digital.

Esse é um dos maiores problemas dos pequenos e médio lojistas, quando analisado o projeto de loja virtual, quase sempre, querendo dizer sempre, verifica-se que não existe nenhuma campanha / investimento em marketing ativo. Pessoal, investir em Marketing é fundamental para qualquer negócio tanto online quanto offline, já dizia o Chacrinha: “Quem não se comunica se trumbica.” Se você quiser mudar o cenário do seu negócio online e começar a trazer tráfego e aumentar as vendas recomendo colocar na cabeça que Marketing não é custo e sim o seu principal investimento. Comece fazendo anúncios nas plataformas como Facebook Ads e/ou Google Ads.

DICA: A maior diferença entre essas duas plataformas é que o Facebook ADS é de descoberta e o Google ADS é de interesse, por exemplo:

  • O usuário não entra no Facebook para pesquisar sobre um serviço ou produto, ele aparece no feed. Aqui o conteúdo tem mais importância e é trabalhado o desejo de consumo. As redes sociais são excelentes para consolidar marcas.
  • Já no Google ADS, serão exibidos anúncios no motor de busca onde os usuários através de palavras chaves pesquisam sobre o serviço ou produto que tem intenção de comprar, logo ele impactado no chamado “momento de compra” onde a taxa de conversão acaba sendo maior.Isso não quer dizer que um é melhor que o outro, mas ajuda a definir sua estratégia. Além disso combinados podem gerar uma excelente campanha de marketing.

Confira os mitos do marketing digital.

Inspire-se e nunca copie ou bata de frente com as grandes lojas.

Acreditem um modelo de negócio, por mais simples que seja, pode não funcionar em outro negócio. Imagine a Dafiti, por exemplo, uma marca que conta com grandes investimentos, executivos e milhares de funcionários, não é preciso pensar muito para entender que o modelo de negócio dela será impossível ser replicado numa PME. Além disso os grandes varejistas investem milhões em estratégias de marketing, possuem uma alta credibilidade do mercado, relevância nas buscas, preços extremamente competitivos e mais uma série de outros fatores. Uma excelente dica é atuar em nichos específicos, estude o mercado, pesquise sobre os problemas, veja o que ele não tem e faça diferente, com essa estratégia você diminuirá muito a gama de concorrentes.

DICA: Segunda dados as E-Bit, mais 90% dos usuários pesquisam preços na internet antes de uma decisão de compra. Caso os seus preços não estejam no mínimo na mesma faixa de preço dos concorrentes será muito difícil vender. Lembre-se quem define preço é o mercado. Negocie bem com os seus fornecedores para conseguir os melhores preços de venda.

Por que minha Loja Virtual não vende - Crie autoridade e gere credibilidade

Crie autoridade e gere credibilidade.

Os seus produtos são bons, preços atrativos, o usuário chega em seu site, mas acha ele pouco confiável e vai comprar na concorrência. Existem algumas maneiras de melhorar isso passar mais seriedade para o seu mercado, são elas:

  • Usar depoimentos de clientes pode ajudar a provar que comprar de você é seguro de verdade. Existe uma excelente ferramenta do Google, ainda pouco explorada pelas PME, que pode ajudar a colher esses depoimentos o Google Meu Negócio. Se você não tiver a sua conta recomendo muito fazer. Dentro do painel da ferramenta tem um Card com o seguinte conteúdo “Receba mais avaliações” e um botão para você compartilhar esse convite.
Google Meu Negócio
  • Passe a imagem que você é um negócio informando o seu CNPJ, telefone fixo, WhatsApp, e-mail profissional (contato@meunegocio.com.br), facilite a comunicação com o seu negócio. Além disso algumas dessas informações são obrigatórias segundo a lei do e-commerce. Agora não adianta também demorar dias para responder e-mails, mensagens de WhatsApp dos clientes. Sua empresa só vai vender como uma empresa séria se de fato ela for uma.
  • Um certificado de Segurança SSL indica que onde ele está pensando em fazer compra é um ambiente seguro. Isso consta em qualquer manual de compras, como o do Procon, por exemplo.
  • Quantas vezes você já foi conferir as Redes Sociais de uma determinada loja virtual antes de finalizar a compra? Essa é umas das primeiras coisas que o cliente fará se estiver desconfiado. Invista em conteúdos recorrentes, melhore o engajamento e o número de curtidas de sua página.
  • Reclame Aqui, sua empresa precisa criar um conta nesta ferramenta, mesmo que você não tenha reclamações (que é ótimo). Como cadastro criado, ela sempre poderá ser encontrada por usuários que buscam no Google, por exemplo.

“Se a sua empresa não está no Reclame Aqui, ela não existe.”
Maurício Vargas – Fundador e presidente do Reclame Aqui

Gaste mais tempo com a descrição dos produtos de sua loja virtual.

Esse é um ponto que não ganha a devida atenção da maioria dos empreendedores e que pode trazer muitos benefícios. Vender seja ele físico ou online, é sinônimo de enfrentar, dia após dia, fortes concorrentes que muitas vezes têm o mesmo preço que o seu. Dito isso, uma forma bastante simples de fugir da guerra de preços é apostar em descrições mais elaboradas e sofisticadas.

Imagine que um cliente entre em quatro lojas virtuais, três deles com praticamente as mesmas imagens e descrições dos produtos e todos tem o preços dos bem parecidos só tem um detalhe na quarta loja, existe um descrição diferenciada, ela dá todos os detalhes sobre o produto, mostram do que ele é capaz, existem fotos de vários ângulos, dicas de usabilidade e muito mais. Quem escreveu aquilo certamente entende muito do assunto!

Agora eu te pergunto: de quem você acha que o cliente vai comprar?

Invista algum tempo para criar reviews de cada produto (ou somente dos que têm mais saída). Elas certamente ajudarão a aumentar as conversões de uma loja e diminuir os níveis de desconfiança do cliente. Outro ponto muito importante que podemos destacar, é que descrições completas e únicas podem aumentar as chances de você conseguir posições melhores nas ferramentas de busca, invista tempo fazendo e pesquisando sobre algumas técnicas de SEO para tirar o melhor proveito dessa oportunidade.

  • Invista no desenvolvimento de uma Loja Virtual ou Site, fundamental para quem busca o crescer com a Internet.
Deixe o seu comentário!